Autor: Guilherme

dia-acidente-trabalho.jpg
28 de abril de 2022
white hardhat, red carnations, helmet on background of buildings, protection inspecting at construction site, symbol of builder’s death, day of mourning, civil engineering concept, builder’s day

Instituído no Brasil desde 2005 como o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças de Trabalho, 28 de abril é lembrado também o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho.

Embora seja um problema global – ainda mais após a pandemia, com milhões de trabalhadores sendo expostos a novos riscos de saúde na manutenção de algumas atividades -, é ainda mais grave no Brasil, pois nosso país ocupa a segunda colocação em quantidade de mortes a cada 100 mil vínculos de trabalho. Ficamos atrás apenas do México.

Portanto, em 2022 se celebra esta data não só com o importante alerta para empregadores, trabalhadores e autoridades a respeito da importância da efetivação e fiscalização de condições dignas de saúde e segurança nos ambientes de trabalho, como também com a lembrança e a memória das vítimas da pandemia ligadas ao exercício do trabalho.

Para a APUFPR, o 28 de abril, mais que uma data de memória e homenagens, reforça a necessidade de ações e responsabilizações políticas e sociais, presentes e futuras, para que não tenhamos mais vidas perdidas durante o exercício do trabalho.

apufpr-dia-mobilizacao-28abr.jpg
27 de abril de 2022

Seguindo orientação do ANDES-SN, 28 de abril é um dia de paralização e mobilização, parte da semana de lutas do Setor das IFES “Pela reposição salarial e em defesa da Educação Pública”, aprovada no âmbito do Fonasefe.

Por isso, a APUFPR vai realizar uma atividade pela plataforma Zoom, às 18h, sobre a conjuntura da luta nacional dos docentes, incluindo o andamento da construção da greve nacional da categoria, e sobre outras movimentações realizadas pelo sindicato nesta semana, em Brasília.

Para participar, basta acessar este link na hora da atividade:  https://us02web.zoom.us/j/81184205855?pwd=QnFKY254ZWdRalpxcEpuY3NnTWFNZz09

Não é necessário fazer inscrição.

assembleia-apufpr-20abril22.jpg
15 de abril de 2022

No próximo dia 20 de abril, quarta-feira, a APUFPR realiza mais uma importante assembleia para as lutas da categoria docente.

Realizada de forma online, com primeira chamada às 15h30 e segunda chamada às 16h, a reunião promoverá um debate sobre Ensino à Distância (EAD) e Semestre 0, a construção da greve nacional unificada de servidores e servidoras federais, e também a realização a semana de lutas das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), que já tem uma paralisação prevista para o dia 28 de abril.

Além disso, a pauta prevê a deliberação sobre uma moção de repúdio contra os ataques sofridos pelos docentes com relação ao adicional de insalubridade na UFPR, com pedido de afastamento imediato do servidor da PROGEPE responsável por essas atitudes, e o debate sobre a isonomia em relação às funções gratificadas (FG) e aos cargos de direção (CD) nos campi avançados da nossa universidade.

Também haverá uma discussão sobre a resolução para concurso público para professor e sobre problemas no cotidiano da UFPR que poderão ser incluídos na pauta interna de reivindicações.

Participe, divulgue, chame os colegas e fortaleça as lutas de nossa categoria!

 

Como participar

A assembleia será online, pela plataforma Zoom. Para participar, os docentes devem fazer a inscrição prévia no link: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZcldOqpqj0iE9W3n870Cm7zjvODPbmlFrsn

Quem não receber o e-mail de confirmação, enviado diretamente pelo Zoom, pode entrar em contato com o WhatsApp (41) 98780-4845.

 

Anote aí:

Assembleia Geral Extraordinária dos docentes da UFPR

Data: 20 de abril

Horário: primeira chamada às 15h30 e segunda chamada às 16h

Pauta:

1) Informes;

2) Discussão sobre Ensino a Distância (EaD) e semestre 0;

3) Construção da Greve Nacional Unificada dos(as) Servidores(as) Federais e Construção da semana de lutas do Setor das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), com paralisação no dia 28 de abril;

4) Aprovação da Moção de Repúdio contra os ataques sofridos pelos docentes com relação ao adicional de insalubridade, com pedido de afastamento imediato do servidor da PROGEPE;

5) Discussão sobre a isonomia em relação as funções gratificadas (FG) e cargos de direção (CD) nos Campi avançados;

6) Discussão da Resolução para concurso público para professor;

7) Construção da pauta interna.

 

Fique atento

A APUFPR está no Facebook, no Instagram, no Youtube e no Twitter (https://twitter.com/apufpr). Siga-nos em nossas redes sociais e compartilhe os conteúdos com seus colegas, parentes, e amigos, e nos grupos nso quais você participa!

 

Fonte: APUFPR

Celina-Lacerda-Ferreira.jpg
23 de janeiro de 2022

É com imenso pesar que informamos o falecimento da docente Celina Lacerda Ferreira, professora aposentada do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no sábado (22).

Pioneira na oferta da disciplina de Ginástica Rítmica Desportiva (GRD) na UFPR, onde ingressou em 1977, ela dedicou a sua vida à educação e à formação de jovens talentos no esporte. Foi ginasta, técnica é árbitra nesta modalidade em uma época em que era pouco difundida.

Conhecida por sua alegria, bom-humor e disposição em ajudar, sempre participou ativamente das atividades da APUFPR (nos últimos anos, sua presença era constante nas reuniões do coletivo de aposentados) e do movimento docente nacional.

Participava também do coro da UFPR e prestava voluntariado no Hospital Infantil Pequeno Príncipe.

Neste vídeo, ela contou um pouco dessa trajetória:

 

Nas palavras do docente Fernando Marinho Mezzadri, que é do mesmo departamento: “A professora Celina sempre foi uma grande referência para todos. Uma perda que será muito sentida para o Departamento de Educação Física e para a Universidade”.

ciencia-tecnologia-fundo-pln.jpg
30 de novembro de 2021

Não é novidade que o atual governo vem tentando subjugar a produção científica brasileira por considerar que este é um campo onde nunca conseguirá amparo ao seu projeto de esfacelamento do tecido social, de intolerância e de desconstrução do Estado Democrático de Direito no Brasil, que vem aprofundando o abismo social que as ‘elites’ brasileiras insistem em ampliar.

Mas as interferências em dois dos principais órgãos de fomento à pesquisa e à ciência estão causando uma situação limite para o nosso país.

O corte de 87% do orçamento do Ministério de Ciência e Tecnologia afetaram sobremaneira o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), comprometendo o financiamento de importantes ações, como o Edital universal (da iniciação científica ao pós-doutorado) e o financiamento dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia.

Diante das severas críticas da comunidade acadêmica e científica brasileira, e dos mais diversos setores da sociedade, o governo chegou a afirmar que o Congresso poderia recompor o orçamento. Mas hoje (30) é o prazo limite para que o governo envie ao Congresso o PLN para restituir o orçamento do CNPq, por meio da liberação de créditos no orçamento. A prerrogativa é exclusiva da Presidência da República. Por seu histórico, Jair Bolsonaro não apresenta qualquer inclinação a tomar decisões para proteger a ciência nacional.

É fundamental que todas as entidades (locais e nacionais) do campo da educação, da ciência e da tecnologia, assim como todas aquelas comprometidas com a construção de um país mais justo e igualitário, aumentem a pressão para que o Executivo apresente o PLN para impedir que a pesquisa brasileira seja dizimada. Também é essencial que individualmente cada docente, estudante ou servidor técnico-administrativo também se engaje nessa luta, usando a hashtag #SOSCNPQ em suas redes sociais e fazendo comentários em páginas de parlamentares e dos órgãos do Governo Federal.

Outro órgão que vem sofrendo com a interferência direta do Governo Federal é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), dirigida por uma gestão despreparada que, de um lado, mostra-se incoerente e altera parâmetros importantes sem consultar áreas técnicas e ainda coloca em risco as decisões anteriores de seu Conselho Técnico-Científico (CTC), e do outro lado é ineficaz e se demonstra inerte para defender a avaliação quadrienal para classificação e credenciamento dos cursos de mestrado e doutorado stricto sensu, que está sob judice.

A crise na agência culminou na saída, em 29 de novembro, com a renúncia coletiva de 52 pesquisadores por não conseguirem trabalhar seguindo critérios acadêmicos. Todos atuavam nas áreas de matemática, física e astronomia, na diretoria de avaliação do órgão, e afirmam que a direção da Capes privilegia a abertura de novos cursos em instituições privadas de ensino, em detrimento da avaliação dos programas já existentes.

As crises que o Governo Federal vem instaurando nos órgãos de fomento à produção científica nacional, motivadas por interesses políticos, ideológicos e/ou econômicos-financeiros amplia a instabilidade que afeta o Brasil há alguns anos e coloca em risco a valiosa contribuição de pesquisadores altamente qualificados para a ciência e para a educação, que são bases para qualquer país que tenha pretensão de caminhar rumo ao futuro.

pedro-bode-ufpr.jpg
28 de novembro de 2021

É com muito pesar que informamos o falecimento do professor Pedro Rodolfo Bodê de Moraes, do Departamento de Sociologia da UFPR.

Pedro Bodê (como era conhecido) era um dos maiores especialistas em estudos sobre violência e segurança pública no Brasil, e defensor ferrenho da democracia e da ciência. Atuava no Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGSOCIO) e do Programa de Pós-Graduação em Direito, e era coordenador-geral do Centro de Estudos em Segurança Pública e Direitos Humanos (CESPDH) da nossa universidade.

Junto à OAB/PR, atuou em temas vinculados ao enfrentamento de violência contra a mulher e da criança e adolescente.

Atuou também como coordenador da Comissão Estadual da Verdade do Paraná e foi membro do Fórum Paranaense da Verdade, Memória e Justiça.

Expressamos aqui nossos sentimentos a todos seus amigos, colegas e familiares.

 

Velório: 10h às 16h

Capela da Reitoria UFPR

Rua XV de Novembro, 1299

(Acesso pela R. General Carneiro, 460)

 

Sepultamento: 17h

Cemitério Água Verde

Av. Água Verde, S/N – Água Verde, Curitiba – PR

 

samba-enredo-deixa-falar-apufpr.jpg
27 de novembro de 2021

Após participação da bateria na manifestação do dia 20 de novembro, e a feijoada no dia 21, em comemoração ao aniversário da escola de samba Deixa Falar, no dia 29 de novembro teremos mais uma atividade do Mês da Consciência Negra da APUFPR.

Faremos uma transmissão online (live), às 18 horas, para marcar o lançamento oficial do samba enredo da escola para o Carnaval de 2022, com a participação do diretor de carnaval da agremiação, João Marcelo Nunes Mariano.

Tematizando as influências africanas na cultura brasileira e a importância da consciência negra, o samba enredo chama-se “Eu sou o samba”, e será apresentado pela primeira vez nesta segunda, não perca!

 

Onde?

No Youtube: https://youtu.be/RB6-YjLQ2XM

No Facebook: https://www.facebook.com/105383346220289/posts/4586093738149205/

 

Confira aqui a letra do samba enredo:

 

CARNAVAL 2022

G.R.C.B.E.S. DEIXA FALAR

 

Compositores: Marcelo Nunes e Rapha SP.

 

Intérprete: Tony Pura Raiz

 

Ê SALVE BATUQUEIRO

ILUMINA O TERREIRO… DEIXA FALAR

SUA BENÇÃO MÃE BAIANA

O SAMBA ESTÁ NA RUA

SOU RESISTÊNCIA E NÃO VOU ME CURVAR

 

TRAGO NA PELE A COR

NA DANÇA A FELICIDADE

MEU BERÇO É O SOM DO TAMBOR

ÁFRICA NEGRA, ANCESTRALIDADE

NO MAR (OH NO MAR)

NAVEGUEI EM MEIO A ESCURIDÃO

SANGREI NUM TUMBEIRO DE LAMENTO

MEU RITUAL DE FÉ É ORAÇÃO

 

NA PRAÇA ONZE

BATUCADA DE MALANDRO

TIA CIATA VEM ABENÇOAR

ESSA HERANÇA É O MEU LEGADO, QUERO SAMBAR, SAMBAR SAMBAR

 

NO “MORRO” DE AMOR

ME VESTI DE “ALVA ADORAÇÃO”

ONDE O “SAMBA ENREDO” É CANTADO

NUM BREQUE FALADO

FIZ DO CARNAVAL MINHA RELIGIÃO

ABRACEI ZÉ PEREIRA

COMO UM MESTRE SALA APAIXONADO

CAÍ NO BAILADO DA PORTA BANDEIRA

DE ALMA LAVADA

CARREGO NA VEIA O GRENÁ

MINHA “GINGA” NÃO PODE PARAR

É “HISTÓRIA” QUE NÃO FINDA

“ESCOLA” TÃO LINDA DEIXA FALAR

 

Assista o clipe:

Devido-aos-feriados-APUFPR-nao-tera-atendimento-nos-dias-6-a-8.jpg
18 de novembro de 2021

Devido aos feriados, APUFPR não terá atendimento nos dias 6 a 8Prezados docentes, em decorrência do prolongamento da Assembleia Geral Extraordinária, convocada de forma emergencial para debater sobre o retorno às atividades presenciais na UFPR, nossa reunião de cientistas contra os cortes, que deveria iniciar às 19h, precisou ser cancelada.

Buscaremos uma nova data para compatibilizar com os participantes, o presidente da SBPC, Renato Janine Ribeiro, ex-ministro da Educação, e do professor Aldo Zarbin, do Departamento de Química da UFPR e membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

assembleia-zoom.jpg
17 de novembro de 2021

Em caráter emergencial, a diretoria da APUFPR está convocando os docentes da UFPR para uma Assembleia Geral Extraordinária online nesta quinta-feira (18), às 15h, para debater o retorno às atividades presenciais na instituição.

Mais cedo, havíamos divulgado que o debate sobre esse tema seria feito em Assembleia no dia 23, mas uma reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) foi convocada para sexta-feira (19). Na pauta está a alteração da Resolução 22/21-CEPE, que regulamenta as atividades de ensino na UFPR, no contexto das medidas de enfrentamento da pandemia de Covid-19 no país.

Portanto, para que os docentes da UFPR possam aprofundar o debate sobre o assunto, se posicionar e contribuir com elementos que poderão embasar as decisões da Universidade, a APUFPR optou por adiantar a Assembleia e realizá-la antes da sessão do CEPE.

 

Como participar?

A atividade será realizada pela plataforma Zoom, com inscrição prévia no link https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZcsceyrqD8jE9NhYFtyGl7mVH70wvmZ53ZD

Você receberá a confirmação por e-mail, enviado diretamente pelo Zoom.

Quem não receber o link de acesso por e-mail imediatamente ou tiver alguma dúvida ou dificuldade para participar na reunião deve entrar em contato pelo WhatsApp (41) 98780-4845.

A primeira chamada será às 15h, com a presença de metade dos docentes, e a segunda chamada às 15h30, com qualquer quórum.

assembleia-8-10-apufpr.jpg
6 de outubro de 2021

Na próxima sexta-feira (8), a partir das 17h, a APUFPR realizará uma assembleia extraordinária online, que terá como pauta principal a eleição da delegação da APUFPR para o 13º Conselho do ANDES-SN (Conad) extraordinário, que será realizado nos dias 15 e 16 de outubro.

Serão eleitos um delegado e de dois observadores, que participarão da atividade também de forma online.

O Conselho terá como tema principal o debate de conjuntura e a realização e organização do congresso nacional da entidade, que está previsto para o primeiro trimestre de 2022.

 

Como funcionarão a assembleia e as votações?

A assembleia será feita com o uso da plataforma ZOOM, pelo celular ou no computador. Recomendamos fazer o download do aplicativo antecipadamente.

Os docentes deverão fazer a inscrição antecipada por este link aqui: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZIqf-yqpjsqHNQaezO_md1izTGNVcLKsrWe

Você receberá a confirmação por e-mail, enviado pela plataforma Zoom.

Quem não receber o link de acesso por e-mail imediatamente, deverá solicitá-la à secretaria da APUFPR pelos telefones (41) 99508-3760 e (41) 99981-7835.

Também vale dar uma verificada no LIXO ELETRÔNICO (para quem tem e-mail da UFPR) ou na caixa de SPAM (para quem tem outros e-mails, como o Gmail e Yahoo, por exemplo) para ver se a mensagem não foi parar ali.

 

Assembleia Geral Extraordinária Virtual

Primeira chamada: 17h (metade dos filiados)

Segunda chamada: 17h30 (qualquer número de presentes)

Endereço: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZIqf-yqpjsqHNQaezO_md1izTGNVcLKsrWe

Ordem do Dia:

1) Informes;

2) Eleição de delegado(a) e dois observadores(as) para o 13º CONAD Extraordinário.

 


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS