Trajetória do tratamento de indivíduos com esquizofrenia é tema de projeto de pesquisa da UFPR

Trajetória do tratamento de indivíduos com esquizofrenia é tema de projeto de pesquisa da UFPR

2018-12-14T14:33:28+00:0014 dezembro 2018|

O primeiro surto de qualquer transtorno psicoemocional tende a ser uma experiência intensa, complexa e repleta de dúvidas, tanto para o paciente quanto para seus familiares. Por isso, a forma como o atendimento inicial transcorre faz toda a diferença no restante do tratamento.

O projeto de pesquisa “A trajetória do indivíduo com esquizofrenia após o primeiro surto psicótico na rede de atenção psicossocial do município de Curitiba, PR: um enfoque na qualidade do desempenho ocupacional”, coordenado pela docente Mônica Mello de Macedo Ignácio, do Departamento de Terapia Ocupacional da UFPR, mapeia exatamente esse momento.

O trabalho acompanha a trajetória dos indivíduos na Rede de Atenção Psicossocial, da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS). O levantamento começa a partir do primeiro episódio psicótico.

 Conheça a pesquisa no novo episódio da série Universidade Além dos Muros:

Fonte: APUFPR-SSind