APUFPR vai ingressar individualmente com ações sobre adicional de insalubridade

29 de março de 2021
apufpr-vai-ingressar.jpg

A APUFPR irá ajuizar individualmente ações referentes ao pagamento de adicional de insalubridade dos professores da UFPR.

Serão judicializadas as ações que estão dentro dos seguintes contextos:

-Habitualidade, para os profissionais que exerçam pelo menos 51% da carga-horária em condições de insalubridade;

-Tempo para aposentadoria, em que o fator multiplicador será de 1,4 para homens e 1,2 para mulheres;

-Ações de suspensão dos benefícios para os professores que assumiram chefias e coordenações de curso

Apesar das tentativas de diálogo da APUFPR junto à Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), pela via administrativa, não houve retorno por parte da Universidade.

Portanto, docentes que tiverem interesse devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] para dar andamento às ações. O objetivo é que o departamento jurídico da APUFPR possa avaliar cada situação e realizar as orientações sobre os encaminhamentos necessários.

Pelo e-mail, também é possível solicitar a participação no grupo de WhatsApp destinado aos professores que desejam ingressar com as ações individuais.

Uma reunião sobre as ações individuais será marcada em breve, para que a APUFPR possa ampliar o diálogo com docentes interessados na ação, tirar dúvidas e levar novas informações.

O adicional por insalubridade está garantido por lei a todos os profissionais expostos a situações que podem ser prejudiciais à saúde. A insalubridade não envolve apenas a concessão de adicional, ou sua revisão, mas também abono de permanência, aposentadoria ou revisão, além de vinculação às regras mais vantajosas, anteriores à Reforma da Previdência, aprovada em 2019.

 

 

Fonte: APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS