APUFPR-SSind convoca docentes para Greve Geral do dia 14 de junho

APUFPR-SSind convoca docentes para Greve Geral do dia 14 de junho

2019-06-13T16:14:01+00:0013 junho 2019|

No dia 14 de junho, a luta contra a Reforma da Previdência, o desmonte da educação pública e pelo direitos sociais ganha um importante fôlego. A Greve Geral, convocada pelas centrais sindicais brasileiras, promete parar o Brasil em protesto contra a retirada de direitos e as políticas de desmonte do Estado.

A principal pauta da paralisação é a luta contra a Reforma da Previdência. Se forem aprovadas, as novas regras irão afastar milhões de brasileiros da possibilidade de um futuro digno. Já os servidores públicos federais serão obrigados a trabalhar mais, contribuir com uma alíquota ainda e, o pior, receber benefícios menores.

Além dessa bandeira, a luta pela educação pública está entre as pautas da Greve Geral. Seguindo o exemplo de milhões de brasileiros que se manifestaram contra os cortes do Ministério da Educação (MEC) nas últimas semanas, os brasileiros irão às ruas defender a importância da educação pública para o desenvolvimento social e econômico do país.

A luta contra o desemprego também integra a lista de reivindicações da paralisação. No primeiro trimestre de 2019, o número de desempregados voltou a crescer no Brasil, chegando a 13,1 milhões de pessoas. Essa realidade contraria o discurso oficial do Governo Federal, que defende a flexibilização de direitos como forma de incentivar a contratação.

Quase dois anos depois da aprovação da Reforma Trabalhista, cada vez mais brasileiros estão sem fonte de sustento ou reféns da informalidade e de vínculos empregatícios frágeis. A mobilização por medidas que revertam esse cenário é fundamental para que o país retome um caminho de crescimento.

Barrar os desmontes

As políticas de austeridade estão promovendo um verdadeiro desmonte do Estado brasileiro. Somados ao ataque à Seguridade Social e ao fim da proteção social do trabalho, o desmantelamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e das políticas ambientais compõem um cenário preocupante para o futuro dos brasileiros.

Diante dos desafios, diversos setores sociais têm se mobilizado pela manutenção de direitos nos mais diversos âmbitos. Dessa vez, os trabalhadores irão parar as atividades em defesa de um outro futuro para a população.

Sendo assim, a APUFPR-SSind convida os docentes universitários para se somarem à Greve Geral do dia 14 de junho. Trata-se de um importante instrumento de pressão para barrar a retirada de direitos e assegurar as atribuições sociais do Estado brasileiro.

Programação

A partir das 11h, docentes, servidores técnico-administrativos e estudantes se concentrarão no pátio da Reitoria da UFPR. De lá, às 13h, os manifestantes realizarão uma marcha da educação até a Praça Santos Andrade, onde às 14h será realizada uma aula pública sobre a Reforma da Previdência em um ato unificado com mais de 30 categorias que já sinalizaram adesão à Greve Geral.

Após a aula, os manifestantes irão percorrer o centro da cidade denunciando os reais interesses por trás da Reforma da Previdência. A caminhada será encerrada na Boca Maldita.

Serviço

Atividades da Greve Geral

Data: 14/6/2019 (sexta-feira)

Horário: 11h

Local: Pátio da Reitoria da UFPR

Fonte: APUFPR-SSind