Notícias Sindicais2019-02-17T23:58:29+00:00
UFPR
Canibalismo na universidade pública

O programa Future-se é um risco sem precedentes à nossa categoria: interesses escusos poderão se sobrepor às necessidades da sociedade, gerando imensos conflitos. A universidade pública será uma rinha de subsistência, onde interesses individuais se sobreporão aos interesses coletivos e apenas aqueles que puderem entregar serviços mais lucrativos serão valorizados. No Future-se não haverá igualdade entre as áreas do conhecimento: curso que não entrega lucro é imediatamente devorado. Acaba o bem-estar da sociedade e começa o deleite da elite. Siga seu instinto. É hora de lutar contra o canibalismo que espreita a universidade pública. Estamos em risco de extinção. Vamos à luta contra o canibalismo intelectual. Não é mais pela sobrevivência. É por nossa existência. ...

FUTURE-SE
Resposta da APUFPR a declaração do Ministro da Educação

Em julho, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, declarou que os professores com dedicação exclusiva das universidades federais trabalham só 8h por semana. A APUFPR se manifestou sobre essa fala. Confira: Resposta da APUFPR a declaração do Ministro da Educação Em julho, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, declarou que os professores com dedicação exclusiva das universidades federais trabalham só 8h por semana. A APUFPR se manifestou sobre essa fala. Confira: Publicado por APUFPR-SSind – Associação dos Professores da UFPR em Segunda-feira, 19 de agosto de 2019 ...

UFPR
Você sabe o que a universidade pública tem feito por você?

A universidade pública é espaço para crescimento intelectual e social, independentemente da origem do aluno. A maior parte dos estudantes das universidades federais vem de famílias mais pobres (70,2%) e é negra (51,2%). Além disso, a maior parte dos estudantes veio de escolas públicas. Ameaçar o acesso dessas pessoas aos diplomas é a maior covardia que um governo pode cometer. Você sabe o que a universidade pública tem feito por você? Fique por dentro e acompanhe com a gente. Mais que sonhos, a instituição permite autonomia, liberdade e voz. Igual para todos. Não há futuro sem universidade pública. #APUFPR #universidadepública #ensinopúblico #diploma #sonho #igualdade #porvocê ...

FUTURE-SE
Por que a UFPR deve rejeitar o Future-se?

Por que a UFPR deve rejeitar o Future-se? Por que a UFPR deve rejeitar o Future-se? Publicado por APUFPR-SSind – Associação dos Professores da UFPR em Segunda-feira, 19 de agosto de 2019 ...

UFPR
Bom exemplo: estudantes posam com faixa em defesa da educação para álbum de formatura

Estudantes do curso de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR) colocaram no álbum de formatura uma foto na qual seguram uma faixa com os escritos “em defesa da educação”, “orgulho de ser UFPR”, “universidade pública”, “eu defendo”. A faixa preta é réplica daquela que foi arrancada do prédio histórico da UFPR por militantes de grupos autoritários, que participavam de uma manifestação convocada pelo Governo Federal em 26 de maio. Educação ou falta dela? Na época, o caso ganhou tamanha repercussão em todo o país pelo nível ódio demonstrado contra a educação (afinal, não havia nenhuma inscrição de cunho político-partidária na faixa). Diversas universidades por todo o país reproduziram a faixa para colocar em suas fachadas, como símbolo de resistência, daquela que deveria ser uma pauta de defesa comum a todos, independentemente de suas opções ideológicas. Em dia 30 de maio, mais de 1,5 milhões de pessoas foram às ruas em todo o país para ...

CRAPUFPR
R$ 48 milhões a menos da UFPR: corte ou contingenciamento?

Conselheiros, venham debater o presente da instituição. Segundo o dicionário: Contingenciamento: política econômica de intervenção governamental que estabelece limites à produção, comercialização interna e importação ou exportação de determinado produto. Corte: aparo, desbaste, eliminação, supressão, interrupção, impedimento, cessamento, anulação. Um governo que toma R$ 48 milhões da Universidade Federal do Paraná (UFPR), usa qual medida: corte ou contingenciamento? Educação, autonomia, liberdade, desenvolvimento: nada disso é produto. Tudo isso é direito. E como tal, não pode ser regido por interesses escusos, muito menos ter seu valor rebaixado. Contingenciamento, portanto, não é a definição ideal da ação do governo contra as universidades federais e seus servidores. Independente da guerra semântica, a UFPR tem apenas R$ 7 milhões para prosseguir pelos próximos quatro meses – valor insuficiente para um mês sequer, já que o custo mensal da estrutura da instituição é de mais de R$ 10 milhões. Para debater esta urgente e necessária questão, a próxima reunião do CRAPUFPR traz ...

APOSENTADOS
Próxima reunião dos aposentados irá debater Reforma da Previdência e a importância da Educação nos Museus de Arte

A APUFPR convida os docentes aposentados para mais uma reunião do segmento no dia 27 de agosto. A próxima edição do encontro abordará as expectativas em torno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019, a Reforma da Previdência. Aprovada pela Câmara dos Deputados recentemente, a proposta de alterações para as regras das aposentadorias será, agora, avaliada pelo Senado Federal. Os convidados para conduzirem o debate são Marcelo Trindade de Almeida, do escritório Trindade & Arzeno Advogados Associados, e Marco Aurélio Serau Junior, professor do departamento de Direito Privado da UFPR. Amenizar a tensão que a reforma previdenciária traz aos aposentados da Universidade Federal do Paraná (UFPR) também é objetivo da APUFPR. Por isso, além de debater o tema, a próxima reunião receberá como convidadas, as Professoras Rose Meri Trojan  e Lidiane do Nascimento Silva, ambas idealizadoras do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFPR. As professoras estarão convidando os docentes aposentados a participar ...

mobilização
Nem frio, nem Future-se: comunidade acadêmica da UFPR provou que não vai se abater

Apresentado pelo Ministério da Educação, o projeto Future-se revela mais dúvidas de que soluções para docentes, técnicos administrativos e estudantes. Na busca dessas respostas, a comunidade acadêmica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) se reuniu na terça-feira (13), pela manhã, em debate sobre o documento no Setor de Artes, Comunicação e Design (SACOD) da universidade. Já no período da tarde, em unidade, os três segmentos aprofundaram a discussão na Assembleia Comunitária que começou às 15h, no Teatro da Reitoria da UFPR. Apontado como um dos piores projetos já apresentados nos últimos 30 anos, o Future-se alia a entrega da gestão das universidades federais ao ataque à sua autonomia. Somado ao corte do orçamento que a UFPR enfrenta, não há outra saída a não ser lutar. Por isso, a assembleia comunitária foi o aquecimento que todos precisavam para enfrentar também o frio curitibano. Às 18h, a comunidade se uniu a outros setores da sociedade na praça ...

FUTURE-SE
SACOD sacode o Future-se e também rejeita o programa do governo

Oficialmente, os debates na Universidade Federal do Paraná (UFPR) sobre o Future-se começaram na Discussão Pública de 1º de agosto, no auditório do Setor de Tecnologia, no Centro Politécnico. Desde então, docentes, servidores técnico-administrativos e estudantes têm se reunido em diversos setores para avaliar o documento, propor melhores alternativas para o funcionamento das instituição federais de ensino e debater formas de barrar o ímpeto do Governo Federal. No Setor de Artes, Comunicação e Design (SACOD) da UFPR não foi diferente. Na manhã de terça-feira (13), o o Future-se foi analisado principalmente pelas óticas econômica e jurídica. Convocado pela diretora da unidade, Regina Ribeiro, o debate recebeu uma grande presença dos membros da comunidade do setor para a discussão sobre o tema. Segundo a diretora, o projeto é prova do desconhecimento do Governo Federal sobre as universidades públicas. “Ao exibir a instituição como espaço de eficiência zero, maus funcionários e maus gestores, o Future-se vende ...

Voltar