Repúdio ao ataque de extremistas a seminário virtual promovido pelo IFPR

5 de junho de 2020
Apufpr_repudio_aos_ataques_interna_e_destaque-1.jpg

Na noite desta quarta-feira (3), um grupo de militantes extremistas atacou a sala do seminário virtual do VI Encontro das Ciências Sociais do IFPR Paranaguá, fazendo ameaças e ofensas de caráter fortemente racista e misógino, tocando música alta, postando imagens pornográficas e gritando o nome do presidente da República, Jair Bolsonaro.

O encontro contava com a participação dos professores Marcos Vinícius Pansardi (IFPR) e de nosso colega Alexsandro Eugênio Pereira (UFPR), e era aberto ao público, por meio da plataforma GoogleMeet, numa forma de democratizar o conhecimento em tempos de isolamento social e compensar as limitações impostas pela pandemia da Covid-19.

O debate contava com uma audiência de mais de 70 ouvintes, num diálogo saudável sobre o atual cenário brasileiro na pandemia quando, perto do fim do seminário, cerca de dez usuários pediram para entrar na sala virtual.

Os invasores logo interromperam a discussão com os ataques. O evento só pôde continuar após a remoção dos agressores, cuja ação é passível de tipificação como crime cibernético.

O ataque ressalta a relevância do tema discutido no encontro, assim como a necessidade de que todos estejam atentos a novos eventos deste tipo de ativismo virtual violento, que são uma demonstração de falta de respeito aos preceitos da democracia e da convivência em sociedade.

Não é a primeira vez que isso acontece. Atitudes antidemocráticas como esta estão se espalhando e, ao que parece, fazem parte de um modus operandi de uma parcela da sociedade que insiste em ferir os princípios mais elementares de convívio social, tentando impor à força sua visão deturpada de mundo.

Do mesmo modo, esta atitude é uma afronta à Educação e à Ciência como um todo, deixando claro o aspecto de negação do conhecimento por meio da violência por parte da militância virtual que apoia o atual governo (e que é, inclusive, objeto de investigação das autoridades e da CPI das Fake News).

A APUFPR repudia a covardia dos ataques ao VI Encontro das Ciências Sociais do IFPR Paranaguá e transmite solidariedade a todas as vítimas deste episódio lamentável.

Lutamos muito pela Democracia em nosso país, e não deixaremos de lutar para impedir que a roubem novamente de nós!

 

Diretoria da APUFPR

 

Fonte: APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS