Reforma Administrativa tem cronograma de audiências definido. APUFPR orienta pressão sobre membros da CCJ

26 de abril de 2021
APUFPR-Reforma-Administrativa.jpg

A Reforma Administrativa (PEC 32/20) avança na Câmara dos Deputados. Na última semana, foram definidas as datas das sete audiências públicas que serão realizadas sobre a proposta, a partir desta segunda-feira (26 de abril) até o dia 14 de maio.

 

Hora de pressão

Compreendendo a ameaça que a PEC oferece aos docentes federais e a todo o serviço público brasileiro (com impactos diretos na sociedade), a APUFPR orienta que todos realizem intensa pressão sobre os membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

O pedido é reforçado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), uma vez que a CCJ deverá apresentar seu parecer sobre a proposta na segunda quinzena de maio.

 

Contatos

A APUFPR disponibiliza abaixo as listas com os contatos. É importante que a categoria pressione com mensagens no e-mail, nas redes sociais e no Whatsapp:

Acesse aqui a lista com as redes sociais dos membros da CCJ

Acesse aqui a lista com a posição dos deputados sobre a PEC 32 e lista de e-mails

Acesse aqui o site Na Pressão e envie mensagens para o Whatsapp dos deputados

 

Petição online

Além do contato direto com os deputados, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público reforça a mobilização contra a Reforma Administrativa com uma petição pública, que será entregue ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL). A petição online pode ser assinada neste link.

 

APUFPR em mobilização contínua

Desde a apresentação da PEC da Reforma Administrativa, no ano passado, a APUFPR tem realizado intensa mobilização, além do diálogo com parlamentares que defende os serviços públicos e a educação.

Fizemos uma grande campanha para falar com a população (“Não é Reforma, é destruição”), explicando os principais impactos da proposta e seus perigos. Veja aqui.

E também está uma série de vídeos, que explica como a Reforma afetará, em diversos aspectos, os serviços públicos no Brasil. Assista aqui.

 

 

Fonte: APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS