Projeto transforma UFPR em ponto de acolhimento para migrantes e refugiados

Recomeçar a vida longe de casa nunca é uma tarefa fácil, sobretudo quando o motivo da fuga é a necessidade de distanciamento de uma conjuntura sociopolítica truculenta e complicada.
Com o agravamento da crise humanitária de refugiados, pensar em soluções para realocar os migrantes em novos lares passou a ser uma preocupação e uma responsabilidade global.
Desde 2013, um projeto da UFPR transforma Curitiba em um local mais seguro e acolhedor para refugiados e apátridas.
O Programa Política Migratória e Universidade Brasileira é o agrupamento de vários projetos de extensão. Juntos, os trabalhos oferecem auxílio jurídico, atendimento psicológico e aulas de português, informática e história do Brasil para quem precisa deixar a guerra e a dor para trás, e tenta recomeçar na capital paranaense.
A iniciativa de acolher os migrantes por meio do conhecimento da língua portuguesa, foi idealizada pela docente do curso de Letras da UFPR Bruna Pupatto Ruano, que também engloba a frente de pesquisa em migrações dentro da universidade.
Conheça o trabalho no episódio de hoje de Universidade Além dos Muros:
 
[ytp_video source=”3r43i_r2Mv4″]
 
Fonte: APUFPR-SSind


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS