Notícias Sindicais2019-02-17T23:58:29+00:00

  A Universidade Federal do Paraná (UFPR) pode estar próxima de mais uma greve. Além dos funcionários técnico-administrativos, que já estão paralisados há mais de um mês, os professores também podem aderir ao movimento. A categoria aprovou um indicativo de greve nesta quinta-feira (4), em assembleia realizada no auditório da administração do Centro Politécnico, que contou com a participação de cerca de 300 professores da instituição. A deliberação ainda será discutida neste fim de semana em Brasília, quando representantes das universidades federais de todo o país se reúnem para analisá-la, mas a previsão é de que seja aprovado o indicativo de greve para todas as instituições. De acordo com o secretário-geral da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (Apufpr), Rogério Miranda Gomes, a greve deve ser iniciada ainda em agosto. “O orçamento do governo federal para 2012 será aprovado até o dia 31 de agosto, portanto, precisamos agilizar o processo ...

Servidores técnico-administrativos da UFPR continuam paralisados desde o dia 15 de junho e a volta às aulas ainda é incerta   Professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) aprovaram nesta quinta-feira (4) um indicativo de greve. No fim de semana a categoria nacional se reunirá para decidir se inicia ou não uma paralisação. Servidores técnico-administrativos da UFPR continuam paralisados desde o dia 15 de junho e a volta às aulas ainda é incerta. No dia 26 de julho, reunião entre professores e funcionários no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) havia transferido o retorno para o dia 8 de agosto, atrasando o calendário acadêmico em sete dias. Mas as negociações não avançaram esta semana e a previsão é que o movimento continue por tempo indeterminado. Secretário geral da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind), Rogério Gomes afirma que a assembleia dos docentes realizada nesta tarde reuniu 300 pessoas ...

Mesmo com calendário suspenso professores comparecem a Universidade para votar a favor da greve   No dia 04 de agosto, cerca de 250 professores da Universidade Federal do Paraná estiveram presentes na Assembleia Geral, realizada no Auditório da Administração, no Centro Politécnico. Por ampla maioria, os docentes aprovaram o indicativo de greve da categoria, entendendo ser este o caminho diante da intransigência do governo federal (assista aqui o vídeo reportagem da assembleia). Para o movimento docente o governo tem aplicado políticas que têm ampliado a precarização do trabalho da categoria e tem se negado a negociar uma pauta que valorize a carreira. Com a data limite de 30 de agosto para finalização da proposta Orçamentária de 2012 e a sinalização negativa do governo federal em conceder reajuste salarial, os docentes da UFPR se somam as diversas categorias do serviço público, ampliando o movimento que exige do governo a abertura de negociações efetivas. Para Astrid ...

Professores fazem assembleia e podem engrossar movimento já desencadeado pelos servidores A Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) inicia hoje as discussões para “a construção da greve nacional” dos professores do ensino superior federal. Na prática, os professores do Paraná decidirão se são favoráveis a uma greve para forçar uma negociação com o governo federal. Conforme a categoria, os docentes das Institutições Federais de Ensino Superior (Ifes) têm hoje um dos piores salários entre as categorias do setor público federal. Se acontecer dos professores pararem, o segundo semestre nas universidades federais fica ainda mais em risco, já que desde junho os servidores técnico-administrativos estão parados, incluindo a UFPR. A assembleia da categoria acontece às 16h30, no Auditório da Administração da UFPR, no Centro Politécnico. A APUFPR segue indicação da 56ª edição do Conselho Nacional das Associações Docentes (Conad) do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior ...

A decisão sobre o início das aulas que seria tomada no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), que ocorreu no dia 02 de agosto, foi adiada para o Conselho Universitário (Coun) do dia 03 de agosto. Entretanto, a deliberação foi transferida para a próxima sexta-feira(05), em sessão extraordinária do CEPE, a fim de aguardar o posicionamento das assembleias das três categorias. No dia 28 de agosto, o Cepe deliberou pelo adiamento do calendário acadêmico da instituição em uma semana, com início no dia 08 de agosto. Durante essa sessão do Conselho, uma comissão, formada por docentes e estudantes, foi constituída com o objetivo de dialogar com o Comando Local de Greve dos servidores técnico-administrativos a respeito do funcionamento de setores considerados essenciais para o início das aulas, como restaurantes universitários, bibliotecas, laboratórios e transporte. Contudo, a posição do Comando é que essa decisão caberá à Assembleia Geral dos ...

Conselho Universitário manifesta apoio ao movimento dos servidores. Professores e alunos se reunirão para decidir se também entram em greve A Universidade Federal do Paraná (UFPR) espera o resultado das assembleias dos professores, dos funcionários e dos estudantes para marcar a reunião que decidirá sobre o futuro do ano letivo. Segundo a assessoria de comunicação do órgão, dependendo do resultado desses encontros, que ocorrem no decorrer desta quinta-feira (4), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão pode se reunir na próxima sexta-feira (5) para discutir o caso. Na tarde desta quarta-feira (3), o Conselho Universitário da UFPR (Coun) decidiu por votação o apoio à greve dos funcionários da Universidade. Segundo a assessoria de imprensa da entidade, na reunião o reitor Zaki Akel Sobrinho também manifestou o apoio e se colocou à disposição para a resolução dos debates da categoria com o Governo Federal. O reitor também se disse aberto às reivindicações locais ...

Os professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) fazem assembleia nesta quinta-feira (4), às 16h30, no auditório da administração do Centro Politécnico, em Curitiba, para discutir a deflagração de uma greve nacional de docentes das universidades federais.   A decisão da assembleia dos professores da UFPR será levada para uma reunião marcada para o próximo sábado (6) e domingo (7), em Brasília, com representantes dos setores das universidades federais de todo o país. Segundo o secretário-geral da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (Apufpr), Rogério Miranda Gomes, dependendo das avaliações a serem feitas na reunião, a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes) deverá aprovar um indicativo de greve. O indicativo, se aprovado, deverá ser avaliado pelas universidades federais do país para a deflagração de greve. A pauta nacional de reivindicações dos professores de universidades federais é extensa. Eles são contra a proposta do governo federal de congelar os ...

Além dos servidores técnico adminstrativos, em greve desde 15 de junho, agora os professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) também podem entrar em greve. A categoria faz assembleia nesta quinta-feira (4), às 16h30, no auditório da administração do Centro Politécnico, em Curitiba, para discutir a deflagração de uma greve nacional de docentes das universidades federais. Depois, a decisão da assembleia local será levada para uma reunião marcada para o próximo sábado (6) e domingo (7), em Brasília, com representantes dos setores das universidades federais de todo o país. Segundo o secretário-geral da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (Apufpr), Rogério Miranda Gomes, dependendo das avaliações a serem feitas na reunião, a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes) deverá aprovar um indicativo de greve. O indicativo, se aprovado, deverá ser avaliado pelas universidades federais do país para a deflagração de greve. Os professores são contra ...

  A Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) realizará Assembleia Geral Extraordinária nesta quinta-feira (4), às 16h30, para debater com os professores da instituição a possibilidade de construção da greve nacional da categoria docente. O evento ocorre no Auditório da Administração, localizado no Centro Politécnico. A 56.ª edição do Conselho Nacional das Associações Docentes (Conad) do Andes-Sindicato Nacional, realizado entre os dias 14 e 17 de julho, indicou a construção da greve nacional dos docentes nas universidades federais e a realização de assembleia locais por todo o país durante a primeira semana de agosto. Os servidores técnico-administrativos de mais de 40 Instituições federais de ensino superior estão em greve desde o início de junho. Na UFPR, o início das aulas foi adiado em uma semana por deliberação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Para a APUFPR-SSind, o debate sobre a possível construção de uma greve nacional entre os docentes é ...

Voltar