Notícias Sindicais2019-02-17T23:58:29+00:00
mobilização
Assembleia geral da APUFPR-SSind constrói paralisação em defesa da educação para amanhã (15)

Na tarde desta terça-feira (14), a categoria atendeu à convocatória de uma assembleia geral extraordinária convocada pela APUFPR-SSind. A reunião deliberativa discutiu os ataques sofridos pelas universidades públicas e debateu o enfrentamento aos cortes orçamentários. A grande maioria dos docentes definiu que amanhã (15), em consonância com a movimentação que acontece a nível nacional, os docentes da UFPR estarão mobilizados em um ato de paralisação contra os cortes que são lesivos à universidade pública, gratuita e de qualidade. Além dos professores da capital, os docentes dos campi do interior também participaram das discussões sobre a defesa da educação pública. A assembleia também deliberou a construção de um Comando de Mobilização. O grupo foi formado para funcionar como uma comissão que irá organizar não apenas a mobilização do dia 15 de maio, mas também futuras manifestações que serão necessárias diante da atual conjuntura. Programação O dia de mobilização irá começar na Santos Andrade às 8h30, em ...

ASSEMBLEIA
APUFPR-SSind realizará assembleia na próxima terça-feira (14)

A diretoria da APUFPR-SSind convoca todos os docentes da Universidade Federal do Paraná (UFPR) a participar da Assembleia Geral Extraordinária que será realizada na terça-feira (14), às 16h30, no auditório da Administração do Centro Politécnico. A pauta da assembleia será exclusivamente sobre a mobilização em defesa da universidade pública, gratuita, de qualidade, e em defesa da pesquisa científica no país. O objetivo é mobilizar os docentes na defesa da UFPR – e também das demais universidades federais –, que têm sido alvo de uma série de cortes orçamentários que poderão inviabilizar as atividades nas instituições federais de ensino superior. Na UFPR, o bloqueio foi de R$ 48 milhões de reais, que seriam destinados a serviços primordiais para o funcionamento da universidade, como o pagamento de combustíveis, bolsas, contas de água, telefone e energia elétrica, e os contratos com as terceirizadas responsáveis por limpeza e segurança. A diretoria da APUFPR-SSind conta com a participação de ...

Greve
Centrais sindicais convocam Greve Geral para 14 de junho

Antes, haverá Greve Nacional da Educação em 15 de maio As centrais sindicais brasileiras convocaram, de maneira unificada, uma Greve Geral para 14 de junho. A pauta central da Greve Geral será a defesa do direito de aposentadoria e o repúdio à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19, da Reforma da Previdência. Antes, em 15 de maio, terá lugar a Greve Nacional da Educação. As centrais sindicais reúnem-se no próximo dia 6 de maio. Elas irão discutir a organização do calendário de luta contra a Reforma da Previdência. Antes da Greve Geral, no calendário também está a Greve Nacional da Educação de 15 de maio. Greve Nacional da Educação é o próximo passo prioritário da mobilização Antonio Gonçalves, presidente do ANDES-SN, considera muito importante a decisão das centrais sindicais de convocar a Greve Geral para 14 de junho. O Sindicato Nacional, seguindo decisão congressual, vinha defendendo há meses a necessidade da Greve Geral para ...

Greve
15 de maio: Greve Nacional da Educação

“A greve nacional da educação em 15 de maio é uma resposta a todos os ataques que a educação pública, os professores, estudantes, técnicos administrativos vêm sofrendo, com toda essa perseguição ideológica e política”, explica Caroline Lima, 1ª secretária do ANDES-SN. A diretora do Sindicato Nacional exemplifica a perseguição com a declaração do Ministro da Educação e do Presidente  da República que incentivam a filmagem de docentes por alunos. “No momento em que temos um chefe de Estado que diz que é direito do estudante filmar professor, isso nada mais é do que a criminalização de professores e professoras. Além de um desrespeito total à autonomia das escolas e das universidades, dos institutos federais e Cefet”, explica. Caroline lembra ainda que a luta contra a reforma da Previdência está na pauta do dia 15 de maio e nas demais datas da agenda de mobilização. Ela ressalta a desconstitucionalização dos direitos previdenciários prevista ...

Cortes
Milhares protestam contra cortes de orçamento em visita de Bolsonaro

Após confirmar o corte de 30% do orçamento das instituições federais de ensino, o presidente Jair Bolsonaro enfrentou uma grande manifestação popular de repúdio ao seu governo. Nesta segunda-feira (6), enquanto o presidente visitava o Colégio Militar do Rio de Janeiro (RJ), milhares de estudantes, servidores, professores e parentes de alunos do Colégio Pedro II protestaram contra os cortes. O colégio, que é federal, perdeu 36% de seu orçamento. Segundo a administração do Pedro II, foram cortados 36,37% do orçamento de R$ 51 milhões. O valor do corte chega, portanto, a R$ 18 milhões. Também participaram da manifestação membros de outras comunidades acadêmicas. É o caso do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFRJ), do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), da Fundação Osório e do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CAp-UFRJ). Jair Bolsonaro foi ao Colégio Militar para participar das celebrações de 130 ...

Cortes
ANDES-SN participa de atividades contra cortes em ciência e tecnologia

Nos dias 8 e 9 de maio, entidades científicas e acadêmicas nacionais realizarão o movimento #cienciaocupabrasilia. A atividade está sendo convocada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Tendo como foco central Brasília, a expectativa é que a mobilização se estenda por todo o país. O ANDES-SN participará das atividades. No primeiro dia (8) está previsto um ato no Congresso Nacional de lançamento da “Iniciativa de C&T no Parlamento – ICTP.br” e em defesa da ciência brasileira. A ICTP.br é coordenada pela SBPC, ABC, Confap, Andifes, Consecti, FSMCT, Confies, Conif. No dia seguinte (9) está programada uma reunião dos representantes dessas entidades com o ministro Marcos Pontes. O encontro foi articulado pela SBPC e ABC. Na sessão, serão discutidas as questões essenciais deste momento, levantadas no Fórum das Sociedades Científicas Associadas à SBPC, realizado no final de março. Corte em C&T A mobilização é uma reação aos cortes orçamentários às áreas de Ciência, ...

Reforma da Previdência
O que Maria perderia com a Reforma da Previdência?

Maria é professora associada nível 3 no 20 horas na UFPR, com doutorado. Seus vencimentos mensais somam R$ 5.989,58. Se a Reforma da Previdência for aprovada, o valor do salário de Maria o colocará na faixa salarial que pagará uma alíquota previdenciária que ficará em torno de 12%. Com a progressividade e as brechas abertas pela PEC 6/2019, é possível que esse percentual fique ainda maior, especialmente nos próximos dois anos. Com isso, o desconto mensal dos salários de Maria baterá a casa dos R$ 700,00 – o equivalente a pouco menos de 57% do atual salário mínimo. A contribuição extra não oferecerá nenhum benefício a Maria, que ainda precisará trabalhar mais – já que será abrangida pelas regras de transição – e ainda correrá riscos de ter rendimentos mais baixos do que teria no modelo atual, caso seja implementado o regime de capitalização que o governo quer adotar. Se você é contra contribuir ...

Reconhecimento
Reconhecimento Judicial da contagem especial do período trabalhado sob condições insalubres durante licença para capacitação no exterior

 O jurídico da APUFPR ingressou com ação judicial para um docente obter o direito de ter averbado o período laborado sob condições insalubres e a respectiva contagem especial durante o momento em que esteve afastado do país para aperfeiçoamento, tendo em vista a disposição legal expressa que considera o afastamento para participação em programa de pós-graduação stricto sensu no país e para estudo ou missão no exterior como efetivo exercício. No dia 23/04/2019 o Tribunal Regional Federal da 4ª Região emitiu julgamento (2×1) reconhecendo o direito do docente de ter garantida a contagem especial do período trabalhado sob condições insalubres durante o afastamento oficial para capacitação no exterior, abrindo um grande precedente jurisprudencial para toda a categoria. Fonte: Assessoria jurídica da APUFPR-SSind ...

Na manhã desta sexta-feira (3) a comunidade universitária da UFPR e representantes da sociedade civil organizada se reuniram no pátio da Reitoria para debater os cortes que chegaram a quase R$ 50 milhões na UFPR. Diante do aumento do autoritarismo do Governo Federal e do avanço da política de destruição do ensino superior público, a construção de um amplo movimento de resistência se torna cada vez mais urgente. Veja na nossa reportagem como foi essa bela manifestação. Comunidade se une contra cortes de R$ 50 milhões na UFPR Na manhã desta sexta-feira (3) a comunidade universitária da UFPR e representantes da sociedade civil organizada se reuniram no pátio da Reitoria para debater os cortes que chegaram a quase R$ 50 milhões na UFPR.Diante do aumento do autoritarismo do Governo Federal e do avanço da política de destruição do ensino superior público, a construção de um amplo movimento de resistência se torna cada vez ...

Voltar