Nota de pesar pelo falecimento de Maria Berenice Reynaud Steffens, vítima de Covid-19

ProfMariaBerenice_APUFPR_2.jpg

ProfMariaBerenice_APUFPR_1A APUFPR lamenta profundamente o falecimento da professora Maria Berenice Reynaud Steffen, no último sábado (17). Mais uma vítima de Covid-19 no Paraná.

A trajetória de Maria Berenice foi entrelaçada com a UFPR. Foi na universidade que se graduou em Biologia, realizou doutorado em Ciências – Bioquímica e pós-doutorado em Sistema de Reparo SOS em Herbaspirillum Seropedicae.

Atualmente, era docente titular do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular, no Setor de Ciências Biológicas da UFPR, cargo que ocupava há mais de 25 anos.

Dedicada, orientou 27 mestres, 12 doutores e 8 pós-doutores, além de alunos de iniciação cientifica. Em sua produção intelectual, constam diversos artigos científicos e capítulos de livros, inúmeros trabalhos apresentados em congressos e eventos científicos, e desenvolvimento de patentes.

Sempre foi muito admirada e querida pelos alunos. Na graduação, Maria Berenice ministrava aulas para diferentes cursos no Setor de Ciências Biológicas e, no curso de Medicina, era responsável pela disciplina de Bioquímica I.

Como cientista, participava do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Fixação Biológica de Nitrogênio e era coordenadora local da rede de cooperação acadêmica para o estudo e desenvolvimento de ferramentas para genômica estrutural e funcional e do Convênio Capes/FCT – Brasil/Portugal.

Maria Berenice coordenava o PPG em Ciências – Bioquímica. Também foi chefe do Departamento de Bioquímica, membro do Conselho Universitário (COUN) e Conselho de Planejamento (COPLAD). Auxiliou a fundação do PPG em Bioinformática, em 2008-2009.

Neste momento difícil, a APUFPR manifesta sua solidariedade aos seus familiares e amigos, e guarda com carinho as lembranças dessa estimada colega.

 

Colegas de Setor e Departamento deixam palavras de homenagem:

“A Bere foi um dos seres humanos maravilhosos que eu conheci. Ela amava as pessoas e os animais, era carinhosa, solidária, se preocupava com o próximo e era sempre guerreira. Todos nós (quem conhecia e quem não conhecia) perdemos um ser humano iluminado” (Profa. Rose Adele Monteiro).

“A comunidade acadêmica perde uma profissional de referência no ensino e na pesquisa, e todos nós do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular perdemos uma colega fantástica, sempre conciliadora e disposta a ajudar alunos, professores e servidores técnico-administrativos. A querida professora Bere vai nos fazer muita falta, e nos cabe agora transformar a saudade em estímulo para darmos continuidade ao seu belíssimo trabalho.” (Prof. Rodrigo Vassoler Serrato).

“Tive o privilégio de conviver com a Bere durante mais de 25 anos, desde sua trajetória como estudante da PPG Bioquímica e depois, como docente. Sempre atuou como uma profissional exemplar, ética e extremamente colaborativa em todas as funções que exerceu. Com ela, tivemos exemplos de bem viver, de viver em prol da vida simples, da vida com amorosidade para com o próximo… Nos deixa um vazio e muitas saudades… Para um encontro na Eternidade.” (Profa. Joana Léa Meira Silveira).

“Sempre comprometida e participativa, sabia mobilizar e incentivar os alunos e colegas de trabalho, sem deixar de ser carismática. Por isso, todos nós que trabalhamos com ela, também nos tornamos seus grandes amigos e sempre pudemos contar com sua ajuda, no trabalho e fora dele. Difícil passar pela sala e os laboratórios e não a ver mais…” (Prof. Leonardo Magalhaes Cruz)

“Professora dedicada, incansável, ética, preocupada com a formação de seus alunos e que, ao mesmo tempo, conseguia conquistá-los com sua simpatia. Sua conduta e suas atitudes na vida pessoal e profissional fizeram dela uma inspiração para seus alunos e para todos os que puderam ter o privilégio de conviver com ela. O seu legado e as lembranças irão permanecer dentro de cada um que a conheceu e trabalhou com ela. Uma grande amiga generosa e que fará muita falta. A ela, todo nosso carinho e admiração.” (Profa. Maria Eliane Merlin Rocha).

“Eu poderia preencher folhas e mais folhas para descrever as qualidades da Bere, entretanto, neste momento somente uma palavra parece explicar um pouco o sentimento que acredito, todos nós compartilhamos: Perda. Perda de uma professora/orientadora responsável e dedicada. Perda de uma pesquisadora séria e correta. Perda de uma amiga querida. Mas, principalmente, perda de uma pessoa especial, um ser humano que fazia a diferença e que tornava este um mundo melhor. Saudade, amiga!” (Profa. Leda Chubatsu).

“Tive o prazer de conviver mais de perto com a professora Maria Berenice nos últimos dois anos nas sessões do COUN e COPLAD. Sempre solícita, competente, gentil, doce e amável com todos, representou para mim um exemplo de colega e ser humano fantástico! Deixará imensas saudades no Setor de Ciências Biológicas. Perdemos uma grande cientista e pessoa maravilhosa! Que os anjos a recebam em festa no céu!” (Profa. Andréa E. M. Stinghen).

 

Fonte: APUFPR


Últimos posts



BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS