Live sobre bolsonarismo e mulheres tem nova data: 17/8

1 de agosto de 2022
APUFPR-Vozes-da-ciencia.jpg

Anteriormente marcada para o dia 2 de agosto, a live “O bolsonarismo e as mulheres”, organizada pela APUFPR, foi remarcada para o dia 17 de agosto. O horário permanece sendo das 19h.

O evento será transmitido ao vivo no Facebook e no YouTube da APUFPR e já tem a presença confirmada de Mayra Goulart, professora de Ciência Política da UFRJ e coordenadora do projeto Mulheres Eleitas (Lappcom/UFRJ).

 

#EleNão

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Quaest e divulgada no começo de julho, o presidente Jair Bolsonaro tem sua gestão reprovada por 47% da população, sendo que este índice é ainda maior entre as mulheres.

Enquanto 29% dos homens consideram a gestão positiva, entre as mulheres este índice é de 24%; em relação à reprovação, mulheres são 49% contra 44% dos homens.

A diferença não ocorre por acaso: por mais que o governo de Jair Bolsonaro e seus apoiadores impactem negativamente toda a população brasileira ao destruírem direitos e semearem o ódio e a violência, alguns setores da população são mais prejudicados, como negros, indígenas e mulheres.

Explicitada inúmeras vezes em ações e declarações ao longo de sua vida pública, a misoginia de Bolsonaro é mais do que uma conduta pessoal, fazendo parte de um método de gestão e governo que despreza as mulheres e seus direitos.

Os ataques jamais ficaram sem reação, com as mulheres estando na linha de frente da defesa da democracia desde 2018, quando gigantescos protestos com a consigna #EleNão foram impulsionados por movimentos feministas ao redor do país.

A exatos um mês da eleição de 2022, debateremos estas questões no dia 2 de setembro: contamos com sua participação!

 

Fonte: APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS