Docentes da UFPR aprovam adesão à Greve Geral de 28 de abril

13 de abril de 2017

IMG_0246Em 12 de abril, os docentes da Universidade Federal do Paraná (UFPR) aprovaram a  adesão à Greve Geral dos Trabalhadores, convocada para 28 de abril, com o intuito de barrar as reformas trabalhista e previdenciária e promover manifestação contra a Lei da Terceirização – já sancionada.

De acordo com o docente do campus Palotina Cássio Alves, as reformas propostas pelo governo federal afetam todos os trabalhadores. Dessa forma, essas medidas não podem ser negociadas com o governo no sentido de diminuir os prejuízos. O mote da classe trabalhadora deve ser “por nenhum direito a menos”.

Para o segundo-tesoureiro do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), João Francisco Ricardo Kastner Negrão, os docentes da UFPR devem participar da Greve Geral não só pela categoria, mas para evitar as perdas que a Reforma da Previdência traz para toda a sociedade.

Segundo o docente do Setor de Educação Profissional e Tecnológica (Sept) Claudir Daltoé, a mobilização de 15 de março surtiu efeitos positivos. “Temos que nos mobilizar, voltar para os nossos departamentos e estimular as pessoas nos nossos locais de trabalho, além de outras formas de luta, como pressão nos parlamentares, debate com colegas e divulgação de materiais. A mobilização não é só pelo sindicato”, analisou Daltoé.

Fonte: APUFPR-SSind


Últimos posts



BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS