Categoria: TV APUFPR

APUFPR-reuniao-da-APUFPR-com-a-reitoria-da-UFPR-REDES.jpg
23 de setembro de 2022

A diretoria da APUFPR se reuniu com a reitoria da UFPR na tarde de quinta-feira (22) para tratar de diversos assuntos que impactam o dia a dia dos docentes da universidade.

 

 

O avanço do diálogo sobre as pautas da categoria vem rendendo resultados positivos, como nas alterações realizadas para garantir mais agilidade e aprimorar o funcionamento da Unidade de Segurança do Trabalho da instituição – que é vinculada à Coordenadoria de Atenção Integral à Saúde do Servidor, especialmente quando se trata das avaliações das solicitações de adicionais de insalubridade. Houve, inclusive, alterações na equipe da unidade.

Pela relevância desse tema para a categoria docente, o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, levou essa demanda para a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), da qual é presidente, para que seja transformada em uma luta do sistema federal contra as incoerências das instruções normativas (IN) que estão restringindo os direitos dos professores.

As progressões de carreira dos docentes foi outra pauta da audiência, pois essa é uma das prioridades da atual gestão da APUFPR. A Reitoria tem se comprometido em garantir mais agilidade para que aqueles que tiverem o direito reconhecido judicialmente recebam o mais rápido possível. Da mesma forma, o sindicato vem tomando providências para abreviar os processos.

Outro avanço importante é a garantia de autonomia para que cada unidade faça o cadastro dos docentes que pretendem se afastar, conforme o Plano de Desenvolvimento de Pessoas (PDP). Com isso, haverá muito mais agilidade nos procedimentos porque não há mais necessidade de fazer o cadastro prévio na Progepe.

Também houve avanços no pagamento do adicional noturno que, após vitória judicial da APUFPR, está sendo efetivamente pago pela Universidade.

Apesar do cenário político nacional ter colocado barreiras para o avanço nas lutas nacionais para todo o funcionalismo público federal, a APUFPR vem trabalhando arduamente para que as pautas mais diretas dos docentes em relação às demandas locais consigam avançar.

 

Fonte: APUFPR

APUFPR-Coletivo-de-Aposentados-debateu-Democracia-Instagram.jpg
31 de agosto de 2022

Às vésperas das eleições presidenciais, e também das manifestações de cunho golpistas convocadas pelo presidente Jair Bolsonaro para o próximo 7 de setembro, o Coletivo de Aposentadas e Aposentados da APUFPR debateu, em sua reunião mensal, a importância das mobilizações em defesa da Democracia e do respeito ao resultado das eleições.

Realizada de forma presencial na última terça-feira (30), a reunião contou com a contribuição de diversos docentes que participaram ativamente das lutas pela redemocratização do país na década de 1980. Para os membros do Coletivo, os professores das universidades públicas precisam continuar cumprindo com o compromisso histórico de defesa da Democracia.

Confira como foi:

Diante das ameaças dos setores que não se mostram dispostos a aceitar uma derrota nas urnas, a diretoria da APUFPR vem participando ativamente das mobilizações sociais e convoca todos os docentes da UFPR a se engajarem nas ações em defesa do Estado Democrático de Direito e da educação pública.

 

Fonte: APUFPR

APUFPR-Saude-mental-SITE.jpg
30 de agosto de 2022

Com o tema “O Retorno ao trabalho presencial e seus desafios”, a APUFPR realizará uma reunião online de escuta e troca de vivências sobre saúde mental. O encontro será amanhã (31), a partir das 18h30, pela plataforma Zoom.

A reunião, que será conduzida por psicólogos e terá acessibilidade em libras, faz parte do Fórum de Saúde Mental e Trabalho e será um espaço de troca de experiências no qual partiremos da vivência individual de cada professor para vermos também o que há de coletivo nestas questões.

A partir do retorno ao trabalho presencial como temática disparadora da discussão, os psicólogos coordenadores irão desenvolver questões como:

– A exposição à Covid-19 e os protocolos de proteção trouxeram sofrimento?

–  Quais as dificuldades nas relações que apareceram nesse novo momento?

– Quais impactos do trabalho remoto e distanciamento social atualmente?

– Como cada um vem enfrentando todas essas situações?

 

Confira abaixo o vídeo sobre o Núcleo de Ações em Saúde do Trabalhador (NAST):

 

O evento é exclusivo para filiados da APUFPR e tem duração prevista de 2 horas. Para participar, basta acessar o seguinte link:

https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZArdOCqpzssHdfZTOHQLeg6GSq434-WMnZ-

 

Fonte: APUFPR

 

 

Estado-de-Direito-sempre.jpg
13 de agosto de 2022

Na última quinta (11), Dia do Estudante, os brasileiros saíram às ruas em defesa da Democracia e das eleições livres e sem violência.

A APUFPR esteve presente no ato em Curitiba e registrou esse importante momento de luta pela Democracia e por tempos melhores, depois de três anos e meio do governo de Jair Bolsonaro.

APUFPR-Universidade-e-democracia-SITE-3.jpg
9 de agosto de 2022

Nesta sexta-feira (12), a partir das 17h, a APUFPR organiza uma live sobre Universidade e Democracia, com a participação de integrantes do Movimento Estudantil.

O evento, que terá transmissão ao vivo no Facebook e no YouTube da APUFPR, terá a participação do presidente da APUFPR, Paulinho Vieira Neto, da vice-presidente, Andréa Stinghen, e dos estudantes Thales Zaboroski, representante da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Paranaense dos Estudantes (UPE) e Ana Júlia Ribeiro, uma das líderes do Movimento Ocupa Paraná, que mobilizou quase mil escolas em 2016.

A live acontece um dia depois das manifestações do #11A que ocupam as ruas de dezenas de cidades do Brasil na quinta-feira (11), Dia do Estudante, em defesa da Democracia e de eleições livres.

 

Coloque na sua agenda e participe:
Live Universidade e Democracia

Data: 12 de agosto (sexta-feira)

Hora: 17h

Local:

Facebook https://www.facebook.com/apufpr/posts/486768403449325

Youtube https://youtu.be/NzPkrZFGS8U 

 

Fonte: APUFPR

APUFPR-Vozes-da-ciencia.jpg
1 de agosto de 2022

Anteriormente marcada para o dia 2 de agosto, a live “O bolsonarismo e as mulheres”, organizada pela APUFPR, foi remarcada para o dia 17 de agosto. O horário permanece sendo das 19h.

O evento será transmitido ao vivo no Facebook e no YouTube da APUFPR e já tem a presença confirmada de Mayra Goulart, professora de Ciência Política da UFRJ e coordenadora do projeto Mulheres Eleitas (Lappcom/UFRJ).

 

#EleNão

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Quaest e divulgada no começo de julho, o presidente Jair Bolsonaro tem sua gestão reprovada por 47% da população, sendo que este índice é ainda maior entre as mulheres.

Enquanto 29% dos homens consideram a gestão positiva, entre as mulheres este índice é de 24%; em relação à reprovação, mulheres são 49% contra 44% dos homens.

A diferença não ocorre por acaso: por mais que o governo de Jair Bolsonaro e seus apoiadores impactem negativamente toda a população brasileira ao destruírem direitos e semearem o ódio e a violência, alguns setores da população são mais prejudicados, como negros, indígenas e mulheres.

Explicitada inúmeras vezes em ações e declarações ao longo de sua vida pública, a misoginia de Bolsonaro é mais do que uma conduta pessoal, fazendo parte de um método de gestão e governo que despreza as mulheres e seus direitos.

Os ataques jamais ficaram sem reação, com as mulheres estando na linha de frente da defesa da democracia desde 2018, quando gigantescos protestos com a consigna #EleNão foram impulsionados por movimentos feministas ao redor do país.

A exatos um mês da eleição de 2022, debateremos estas questões no dia 2 de setembro: contamos com sua participação!

 

Fonte: APUFPR

lIVE_SOUGOV_SITE.jpg
25 de julho de 2022

A fim de sanar todas as dúvidas relativas ao processo de recadastramento na plataforma SouGov, a APUFPR realiza, nesta quarta-feira (27), às 16h, uma live sobre o tema. 

O evento contará com uma apresentação da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe) da UFPR e também terá interação com perguntas e intervenções dos docentes. 

Plataforma dos servidores federais, o SouGov exige o recadastramento para que seja mantido o ativo benefício do auxílio per capita. 

Atenção: o Prazo se esgota em agosto, por isso, é fundamental que todos garantam a atualização dos dados.

A live será transmitida em nossas redes sociais. 

– No Facebook https://web.facebook.com/476058181187014/posts/476058144520351?_rdc=1&_rdr

– No Youtube: https://youtu.be/Twef0NHHUzw

 

Fonte: APUFPR

APUFPR-live-impacto-cortes-SITE.jpg
4 de julho de 2022

Na quarta-feira (6), a partir das 19h, a APUFPR realiza uma live sobre os recentes cortes do governo de Jair Bolsonaro no orçamento das instituições federais de ensino superior (Ifes) e os impactos na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, participará da nossa live para detalhar como esses cortes colocam em risco o funcionamento da instituição. No final de maio, a Administração afirmou que os bloqueios retiraram mais de R$ 25 milhões da nossa universidade.

A live será transmitida pela página de Facebook (marque a estrelinha para receber o lembrete) e pelo canal de Youtube (clique no sininho para receber notificação) da APUFPR.

Não deixe de participar e divulgar!

 

Fonte: APUFPR

APUFPR-Mulheres-na-ciencia-destacada-site.jpg
15 de junho de 2022

Promovido pela APUFPR junto com o Observatório do Conhecimento na terça-feira (14), o evento “Papel das mulheres na Ciência e em cargos de poder” contou com a exibição do documentário “Ciência: luta de mulher” e com um debate muito rico sobre o tema.

Realizado na sede da APUFPR, o evento teve grande participação de docentes, autoridades, parlamentares e representantes de outras entidades.

Na sequência, Andréa Stinghen, vice-presidente da APUFPR, Mayra Goulart, vice-presidente da ADUFRJ e integrante do Observatório do Conhecimento, e Dayana Brunneto, professora da UFPR e do Movimento de Gênero – UFPR, conduziram o debate.

O evento terminou com queijos e vinhos servidos aos participantes.

Veja o vídeo:


Fonte: APUFPR

 

APUFPR-Nem-a-chuva-impediu-a-manifestacao-em-defesa-da-educacao-e-da-ciencia-SITE.jpg
10 de junho de 2022

Nem mesmo o frio e as chuvas que atingiram Curitiba foram suficientes para tirar o ânimo das pessoas que ocuparam a Praça Santos Andrade em defesa da ciência e da educação na quinta-feira (9).

Organizado pela APUFPR, junto com outras entidades, o ato foi uma reação ao novo corte orçamentário realizado pelo governo de Jair Bolsonaro no último dia 27 de maio, que retirou R$ 3,2 bilhões da educação pública e R$ 3 bilhões da ciência.

 

“Sucateamento”

A vice-presidente da APUFPR, Andréa Stinghen, ressaltou os impactos do corte linear de 14,5% no orçamento de manutenção de todas as universidades federais, sobretudo na prestação de serviços, nos restaurantes universitários e até em pagamento de água, luz e telefone: “É o sucateamento da universidade pública brasileira (…) Cada vez mais a educação pública é deixada em segundo plano pelo desgoverno Bolsonaro”, afirmou.

As bandeiras e cartazes em defesa da universidade e da ciência fizeram companhia aos guarda-chuvas, e também ao apoio da população que circulava pela reunião.

Segundo Mariane Siqueira, do SINDTEST-PR, nossas universidades correm o risco de ter seu funcionamento comprometido. “Por isso estamos aqui, para dizer: basta de cortes na Educação”.

“Bolsonaro, pague o que nos deve”, resumiu o presidente da APUFPR, Paulinho Vieira.

Confira como foi o protesto no vídeo produzido pela APUFPR:

Fonte: APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS