Reitor-interventor: a história já mostrou como devemos lidar

No passado, durante a ditadura militar, a comunidade acadêmica da UFPR já mostrou como gestores escolhidos por governos autoritários são tratados.

Em 1968, o ex-reitor Flávio Suplicy de Lacerda atuou como agente da ditadura dentro de nossa universidade e no Ministério da Educação (onde foi ministro). Seu busto de bronze sendo arrastado pelas ruas de Curitiba se tornaram um marco da resistência em defesa da universidade pública brasileira.

No presente, o risco de que a Universidade veja suas escolhas democráticas serem desrespeitadas traz de novo essa memória.

Mas se o passado se repetir, a comunidade acadêmica estará disposta a mostrar a mesma resistência.

Reitor-interventor? Esse passado não pode voltar!

#ReitorInterventorPéssimaIdeia #ReitorInterventorPéssimaHistória #ReitorInterventorPéssimaPessoa #DigaNÃOaoReitorInterventor #DemocraciaNaUFPR

Fonte:APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS