Reitor Interventor. Esse passado não pode voltar

apufpr-reitor.jpg

2020 é ano de escolher a nova Reitoria da UFPR. Mas, com o crescente autoritarismo do governo Bolsonaro, há grande risco de que a decisão democrática da comunidade universitária não seja aceita.

Em 2019, as escolhas democráticas de quase metade das eleições para reitor em universidades federais foram desrespeitadas pelo presidente da República. Em 2020, o governo indicou dois reitores que sequer participaram de eleições.

Foram escolhidos reitores interventores: candidatos que não foram escolhidos pelas comunidades universitárias, porém mais alinhados política e ideologicamente ao governo. Pessoas cujos egoísmo e ambição foram maiores que a própria dignidade.

Um reitor interventor é alguém que escolhe manchar sua própria história em troca de um projeto personalista e antidemocrático.

Este risco se aproxima da UFPR. E não podemos permitir!

Para alguns, a proposta de se tornar reitor (a qualquer custo) pode parecer tentadora. Todavia, esta péssima ideia manchará nossa instituição, e marcará para sempre o currículo de seus autores.

Seus nomes ficarão gravados nas páginas mais obscuras da história. Uma história na qual todos sairão perdendo.

Lutamos muito para tornar a democracia um pilar da UFPR.

Reitor interventor? Esse passado não pode voltar!

#ReitorInterventorPéssimaIdeia #ReitorInterventorPéssimaPessoa #DigaNÃOaoReitorInterventor #DemocraciaNaUFPR

Fonte:APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS