[Além das 8] O laboratório onde flui conhecimento para proteger as águas do país

Nesse episódio da série Além das 8, apresentamos o trabalho desenvolvido pelo professor Nivaldo Eduardo Rizzi, docente do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal (DETF) da UFPR e responsável pelo Laboratório de Manejo de Bacias Hidrográficas e Qualidade de Água da universidade.

Embora conceituado como um laboratório básico de Qualidade de Água (físico-químico), é no espaço que os estudantes aprendem, na prática, a usar suas formações para impactar na melhoria da qualidade de vida da população.

 

[Além das 8] O laboratório onde flui conhecimento para proteger as águas do país

#AlémDas8H de hoje mostra o trabalho do docente Nivaldo Eduardo Rizzi no Laboratório de Manejo de Bacias Hidrográficas e Qualidade de Água da UFPR, equipando estudantes com uma bagagem rica em capacitação técnica, cidadania, respeito e empatia pelo melhoria social do país.Confira:

Publicado por APUFPR-SSind – Associação dos Professores da UFPR em Sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

O Laboratório de Manejo de Bacias Hidrográficas e Qualidade de Água da UFPR oferece suporte às disciplinas a ele relacionadas, da graduação ao doutorado. Toda experimentação necessária para a formulação de teses, dissertações e iniciações científicas de hidrologia florestal e manejo de bacias hidrográficas, bem como planejamento integrado de bacias, são aperfeiçoadas no espaço.

Em 37 anos de docência e atuação no laboratório, Rizzi ajudou a formar mais de 1500 engenheiros florestais que hoje atuam por todo o Brasil.

Para ele, a sociedade ainda possui limitações para compreender o papel das universidades federais no desenvolvimento técnico de excelentes profissionais – e, mais do que isso, na construção de cidadãos comprometidos com o avanço do país em suas mais diversas áreas.

Em uma jornada de trabalho nada tradicional, Rizzi empreende seus conhecimento e experiência para orientar, apoiar, preparar e equipar alunos com a melhor bagagem teórica, profissional e prática que pode oferecer. Um esforço e compromisso que só é possível porque ele vai “além das 8” horas em sala de aula.

Além das 8

Criação original da APUFPR, a série mostra que a docência em universidades federais não se resume às salas de aula, e que a jornada de trabalho dos professores vai muito “além das 8” horas semanais que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, usa como mentira para enganar a população.

Saiba mais clicando aqui e aproveite para assistir os episódios anteriores!

 

 

Fonte:APUFPR


BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS