Future-se mentiras e verdades

APUFPR_MENTIRA-E-VERDADES-FUTURE-SE_BANNER-1720X600-1280x447.jpg

Future-se: a propaganda enganosa do MEC

Criado pelo Ministério da Educação (MEC) de Abraham Weintraub, o Future-se nada mais é que uma propaganda enganosa para promover a privatização de instituições federais de ensino superior.

O projeto foi apresentado em 2019 com a promessa de gerar autonomia financeira a universidades e institutos federais que, voluntariamente, aderirem ao programa. A captação de recursos privados, porém, depende da gestão de Organizações Sociais (OS).

Detectando as promessas falsas

Desde o anúncio do Future-se, diferentes setores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizaram debates entre docentes, técnicos administrativos e estudantes para disseminar a verdade por trás do programa do MEC.

Observou-se que o documento oficial não apresentava qualquer esclarecimento sobre pontos-chaves de seu funcionamento – contratação de OSs, captação de verba privada, adesão voluntária, inspiração em programas educacionais estrangeiros, dentre outros.

A cada estudo realizado pelos servidores da UFPR, o projeto mostrava que suas importantes medidas eram absolutamente vagas: um compilado de promessas falsas e esperanças não explicadas. Apenas falácias, narrativas e retórica.

As poucas informações encontradas não estavam embasadas em dados ou pesquisas, tampouco detalhadas, permitindo diferentes interpretações do texto.

Desmentindo o projeto

Para causar impacto, o MEC apostou forte na comunicação do Future-se.  O comercial de apresentação do projeto ocupou mais de dois minutos do horário nobre das principais redes de televisão brasileiras. Aparentemente explicativo, usou-se de falácias para enganar os mais desavisados.

Implementar o Future-se é prejudicial não só às universidades federais, mas a todo o país. Sabendo disso, a Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR) e a Abridor de Latas decidiram alertar o mais amplamente possível a comunidade acadêmica e a sociedade em geral.

Se o programa se usara de comunicação impactante para mentir, nós seguimos a mesma estratégia, mas para o desmentir.

Revelando a verdade

Na campanha Verdades e Mentiras sobre o Future-se, trabalhamos a oposição das promessas elencadas no vídeo oficial do projeto à veracidade dos fatos, com peças online compartilhadas nas principais redes sociais (como Facebook, Instagram e WhatsApp, por exemplo).

Semelhante à estética usada na campanha governamental, as peças criadas pela Abridor de Latas visam trazer desconforto: até onde é possível confiar neste governo?

Nossa campanha contextualizou o usuário com dados e informações detalhadas, diferente das imprecisões do documento governamental, provando que o Future-se parece muito bom para ser verdade. E não é: nem bom, nem VERDADE.

Verdades e Mentiras sobre o Future-se escancarou a exata realidade da universidade federal e de seus docentes em um pós-Future-se, bem como desmentiu as retóricas do texto oficial.



BOLETIM ELETRÔNICO


REDES SOCIAIS