EXTENSAO-MEDULAO desconhecimento sobre a importância e sobre o procedimento para a doação de sangue e de medula óssea acaba gerando uma lista restrita de doadores. Com isso, várias vidas deixam de ser salvas em um momento de doença ou acidente, no qual era necessária uma doação com urgência.

Por isso, um projeto de extensão, desenvolvido na Universidade Federal do Paraná (UFPR), trabalha com a conscientização e com a busca de doadores de sangue e de medula óssea para compor o cadastro de doadores voluntários.

O projeto da docente Eni Alcântara Picchioni, do Departamento de Patologia Básica, também busca aumentar a diversidade do registro como um todo, por meio da fidelização de doadores de minorias éticas.

Confira um pouco mais sobre esse interessante projeto descoberto pela APUFPR-SSind: Universidade Além dos Muros.

Fonte: APUFPR-SSind