professor_apufprO dia amanheceu diferente.
O céu está opaco.
No horizonte desfeito,
Nuvens plúmbeas, carregadas,
De incertezas, de incógnitas.
A atmosfera está pesada,
esmagando esperanças.
O ar está irrespirável,
sufocando ideais.
No corpo e na mente,
O desespero de afogado
A se debater pela sobrevivência
Nesse mar agitado de aguas turvas
E de ondas que arrebentam
Espraiando temores.
Em areias perplexas e inocentes.
No meio disso tudo, atordoado,
Quero sobreviver,
Que o hoje passe,
E que o amanhã exista.

(Meu amanhecer, Hindi, 29.10.2018)