27657955_567539380263703_6083021542826525714_n

A Chapa 1 ANDES Autônomo e de Luta foi a vencedora das eleições para a diretoria do ANDES-SN, com 8.732 votos, equivalente a 54,76% dos votos válidos. O pleito foi realizado nos dias 9 e 10 de maio, em seções eleitorais espalhadas por todo o Brasil. A Chapa 2 Renova ANDES recebeu 7.215 votos, que equivalem a 45,24% dos votos válidos.

A chapa vencedora traz como presidente Antônio Gonçalves Filho, ex-diretor da Associação de Professores da Universidade do Maranhão (Apruma), e como vice-presidente Qelli Viviane Dias Rocha, da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Mato Grosso (ADUFMAT).

A Regional Sul – da qual a APUFPR-SSind faz parte – terá em sua 1ª vice-presidência Silvana Heidemann Rocha, filiada à Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SINDUTF-PR). Entre os integrantes da nova direção da regional, haverá duas docentes filiadas à APUFPR-SSind: Adriana Hessel Dalagassa, como 2ª vice-presidente, e a diretora social da APUFPR-SSind, Maria Suely Soares, como 1ª tesoureira.

Em seu pronunciamento oficial, a nova diretoria eleita do ANDES-SN enfatiza seu comprometimento com a independência de partidos políticos, de administrações e de governos, e com as lutas pelos direitos trabalhistas da categoria.

Agradecemos o reconhecimento da história coletiva e de luta de nosso sindicato. Agradecemos a confiança e nos desafiamos a continuar construindo um sindicato autônomo, classista, de luta e cada vez mais democrático. Articulando nossas pautas em defesa da educação pública, da ciência e tecnologia pública é a luta geral da classe trabalhadora [sic]”, diz trecho do comunicado.

A posse da nova diretoria será no dia 28 de junho, em Fortaleza, durante o 63º Conselho do ANDES (Conad).

Saiba como foi a votação na UFPR

As urnas apuradas na UFPR mostraram convergência com o resultado nacional, e a Chapa 1 saiu na frente com 228 votos. Já a Chapa 2 Renova ANDES conquistou 133 votos. Também foram contabilizados 5 votos em branco e 9 nulos.

O vice-presidente da APUFPR-SSind, Raimundo Alberto Tostes, destacou a importância da participação dos docentes na votação. “Essa disputa entre chapas e a participação efetiva da categoria em todo o país foi muito saudável para o sindicato nacional porque proporcionou um debate franco de ideias”, afirmou.

Fonte: APUFPR-SSind